Tiago de Melo Andrade 

Foto: Lu Gullar

 Tiago de Melo Andrade começou a escrever no ano 2000, quando recebeu com o livro A Caixa Preta o Prêmio Jabuti, na categoria autor revelação. Premiação da qual foi finalista em outras três ocasiões: em 2014 com o juvenil A História do Vai e Volta, 2015 com a adaptação Xerazade a Onça e o Saci e em 2017 com o Juvenil O Mágico do Barro Preto. Foi finalista de outras premiações importantes: Prêmio Nacional SESC de literatura 2009 com o romance O Abominável Risonho, mais tarde publicado pela editora Melhoramentos sob o título de Carne Quebrada. Em 2017, foi finalista do Prêmio Fundação Biblioteca Nacional com o livro Nandi, o Boi da Índia. Dedica-se exclusivamente à literatura, trabalhando em sua casa, na cidade mineira de Uberaba, e já publicou mais de 40 títulos. Com texto criativo e eclético seus livros abraçam leitores diversos: crianças, jovens e adultos. Com largo alcance de público, Tiago cumpre extensa agenda em escolas e eventos literários por todo o Brasil.  

Foto galeria: Lucina Melo