Spensy Pimentel

Foto: Acervo pessoal

 Spensy Pimentel é jornalista e doutor em Antropologia pela USP. Atualmente, é professor na Universidade Federal do Sul da Bahia e pesquisador do Centro de Estudos Ameríndios (USP). Desde 1997, trabalha junto a comunidades indígenas, em estados como Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná e Bahia. É coautor dos documentários Monocultura da Fé (2017), Mbaraka – A palavra que age (2011) e Nação Palmares (2008). Como jornalista, teve passagens por UOL, Folha de São Paulo e Editora Abril, além de ter atuado como repórter especial da Agência Brasil, em Brasília. Colaborou ainda com publicações como Carta Capital, Caros Amigos, Le Monde Diplomatique e La Jornada (México), e os sites Agência Pública, Repórter Brasil, Desinformemonos e Blog do Sakamoto. Participou de equipes vencedoras dos Prêmios Wladimir Herzog (2008), Jornalistas & Cia./HSBC (2013) e Direitos Humanos - OAB/RS (2018), finalistas dos prêmios Imprensa Embratel (2011) e Dig Awards (2018) e indicadas ao Gabriel Garcia Marquez (2019). É autor de O índio que mora na nossa cabeça (2012) que em breve ganhará nova edição.